O problema todo pelo visto foi a propina. Diante disso, acharam mil motivos
pra barrar a licitação. Pelo visto a criatura não soube justificar do
porque de desejar uma solução livre. Explicar que facilita o suporte, que
existem vários fornecedores e etc. Que o controle é maior por parte do
"usuário" da solução e bla bla bla

Até mais,

Paulo Estrela

2015-05-07 11:00 GMT-03:00 Gabriel Macedo <gabrieltom...@gmail.com>:

> Pregão do MINC
>
>
> http://portal2.tcu.gov.br/portal/page/portal/TCU/imprensa/noticias/noticias_arquivos/030.196.2014.0%20Min.Cultura%20Preg%C3%A3o%20comp.pdf
>
>
> Acordão do TCU comunicando cerceamento à competitividade pela exigência de
> software aberto (dentre outras considerações) em pregão eletrônico.
>
> Não entendo muito os aspectos legais que esse documento do TCU implica,
> mas como alguns aqui trabalham em comissões de licitação, acredito que pode
> ser útil em futuros editais.
>
> Abs.,
> Gabriel.
>
> _______________________________________________
> PSL-BA mailing list
> PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
> https://listas.dcc.ufba.br/mailman/listinfo/psl-ba
>
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.dcc.ufba.br
https://listas.dcc.ufba.br/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a