Tribunal de Contas do Paraná dispensa Linux e aposta em Windows

Contrariando a tendência seguida pelos órgãos governamentais, o
Tribunal de Contas do Paraná dispensa soluções Linux e aposta em
plataforma Microsoft como base para portal de controle social.
Por Camila Fusco, do COMPUTERWORLD
18 de outubro de 2006 - 14h47

Apesar da intensificação da adoção de plataformas de código aberto em
diversas instâncias de governo – especialmente motivada pela
necessidade de corte de custos no poder público – não são poucos os
órgãos que resistem a caminhar em tal direção. E em boa parte deles,
as justificativas para não aderir a onda pouco tem a ver com
ideologias ou restrições quanto à disponibilidade de suporte. Os
motivos são encontrados na ponta do lápis.

Este é o caso do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), que
há um ano utiliza plataforma Microsoft como base para o Portal do
Controle Social. A página na internet tem como objetivo divulgar
orçamentos, gastos e outros dados sobre o uso de recursos públicos por
parte dos municípios do Estado. Fruto das exigências da Lei de
Responsabilidade Fiscal, criada seis anos atrás, o portal começou a
testar novas plataformas em 2003 com a intenção de melhorar a
qualidade da integração das informações.

Segundo Tatianna Cruz Bove, da 6ª Inspetoria de Controles Externos do
TCE-PR e responsável pela área de TI na ocasião, a tendência natural
seria a migração para o software livre, mas após um levantamento,
ficou constatado que a alternativa mais econômica estaria em manter a
base e reforçar o conhecimento dos sistemas já existentes.

http://computerworld.uol.com.br/gestao/2006/10/18/idgnoticia.2006-10-18.4476333984/IDGNoticia_view

1 | 2 | 3
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a