Certo. Pra vc entender melhor, vamos fazer uma analogia com o e-mule.

Imagine uma rede interna 192.168... de uma empresa X em São Paulo. Ela tem 
um proxy que distribui a internet a todos os PCs da rede interna. Esse proxy 
tem um IP visível na Internet 200.45... O servidor proxy está bem restrito, 
só deixa o povo acessar a web, não permitem que as pessoas usem e-mule, e só 
deixou poucas portas ativas, as realmente necessárias, como a 80. Na rede 
interna existe um PC-X com e-mule.

Imagine outra rede interna 192.168... de uma empresa Y em Florianópolis. 
Como a outra, ela tem um proxy que distribui a internet a todos os PCs da 
rede interna. Esse proxy também tem um IP visível na Internet 205.84... O 
servidor proxy também está bem restrito, não permitem que as pessoas usem 
e-mule, só deixa o povo acessar a web, e só deixou poucas portas ativas, as 
realmente necessárias, como a 80. Na rede interna existe um PC-Y com e-mule.

Ambos os PCs, X e Y, se conectam ao servidor da rede emule para se 
encontrarem, e se encontram!

Como os dois farão pra trocar arquivos entre si? Pelo que entendo de rede, 
isso é impossível.

MAS COMO O E-MULE CONSEGUE?

Meu objetivo não é usar e-mule, mas entender como ele consegue que dois 
Clients troquem arquivos entre si sendo que nenhum deles é servidor.


----- Original Message ----- 
From: "Nenhum _de_Nos" <[EMAIL PROTECTED]>
To: "Lista Brasileira de Discussão sobre FreeBSD (FUG-BR)" 
<freebsd@fug.com.br>
Sent: Friday, September 29, 2006 11:49 AM
Subject: Re: [FUG-BR]Lógica de conexão P2P em Redes Internas


On 9/29/06, Nelson Pereira Júnior <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
> Olá,
 ;)

> Tenho 2 computadores em redes internas diferentes, que não se enxergam na
> Internet, que usam um servidor da rede interna pra se conectar à Internet.

voce tem duas redes invalidas distintas ( por ex 192.168.2.0/24 e uma
10.1.1.0/24 certo ?) que se interligam so no roteador, eh isso ? seria
um roteador com pelo menos 3 placas de rede ( internet, 192.., 10...)
?

eles nao se "enxergarem" na internet eh normal pois eles estao atras
do mesmo NAT.

> QUero fazer com que esses 2 computadores troquem arquivos entre si pela
> porta 80 que é liberada pelo servidor. No entanto, não quero ter que
> configurar NAT, modem, etc, etc, quero que seja algo transparente.

a porta eh liberada para chegada de conexoes ? teu caso parece me
sugerir a presenca de um proxy e/ou proxy-cache na parada.

conta qual conexao eh, se modem com DSL/Cabo ...

> Visto que os 2 computadores não se enxergam, inicialmente a conexão dos 2
> poderia ser feita por meio de um servidor na net, que seria o intercessor
> entre as duas máquinas, mas para a transferência de arquivos pesados, 
> queria
> que a transferencia fosse diretamente entre as duas máquinas, e que o
> arquivo não passasse pelo servidor que intercede as duas.

imaginando que vc consiga fazer um falar com o outro na rede externa,
esta conexao para pares externos vai cair no roteador (detentor do ip
valido) e vai acabar por ser feita na rede interna, eu so nao sei
ainda como vc vai ter este servidor fora ...

> Creio que seja algo como P2P. Posso ter o emule em 2 computadores em redes
> internas NAT, e mesmo assim esses 2 computadores trocam arquivos entre si.

pode ter emule sim, e eles podem trocar arquivos. mas vc estaria na
rede emule e teria que fazer com que um achasse o outro. mais, se vc
pode receber conexoes em alguma porta (se vc falou que so na 80 entao
complicou, pq soh um deles poderia usar esta porta) entao era
tranquilo, cada um com a sua porta e com seu emule :)

> Alguém entende disso?

juro que to tentando :D

> Aceito qualquer ajuda =]
>
> Nelson.

matheus

-- 
We will call you cygnus,
The God of balance you shall be
-------------------------
Histórico: http://www.fug.com.br/historico/html/freebsd/
Sair da lista: https://www.fug.com.br/mailman/listinfo/freebsd 

-------------------------
Histórico: http://www.fug.com.br/historico/html/freebsd/
Sair da lista: https://www.fug.com.br/mailman/listinfo/freebsd

Responder a