Sangue Sobre Patópolis - Parte XXIV
-----------------------------------

[Resumo  dos  capítulos  anteriores:  Metralhas levam Caixa-Forte para
ilha  deserta;  Patinhas  morre.  Patacôncio  manda Alvin e Esther, os
humanos  invasores,  matar  Donald.  Pãoduro  Mac  Mônei disfarçado de
Donald  transfere toda a herança para Margarida. Dora Cintilante seduz
Patacôncio. O fantasma de Begônia Beagle retorna. Superpato descobre a
Caixa-Forte  vazia  e penetra nos subterrâneos. O prefeito Omar Leitão
reaparece  e  diz  que  não  foi  seqüestrado.  Pãoduro mata Professor
Pardal;   clones   de   Donald   saem   do  controle;  Metralha  atira
acidentalmente  em  Pãoduro.  Sobrinhos  embarcam  para Gansópolis com
Donald  falso  mas descobrem o logro; avião fica desgovernado e cai na
floresta.  Acreditando  reencontrar  se  u  amado,  Margarida  vai   a
Gansópolis  de  trem.  Esther  escapa  de  ser queimada viva e derrota
Begônia  em  duelo  místico.  Facção dos Metralhas quer levar o ferido
Pãoduro  de  volta  à África do Sul e entra em choque com outro grupo.
Autogolpe  de  Omar  Leitão  garante anistia e direitos civis aos cães
caucasianos .]

               AINDA QUE TARDIA

- Faça suas últimas orações, Begônia Beagle. Chegou o seu fim!

Diante  da  ameaça,  os  Metralhas  recuaram e se esconderam atrás das
moitas.  Begônia  ainda  estava  caída,  sentindo  os efeitos do golpe
mágico.

- Nunca, sua humana desgraçada! Ri melhor quem ri por último!

Begônia,  discretamente,  apontou  para  o  céu  e deu voltinhas com o
indicador  direito  enquanto  murmurava  palavras  mágicas numa língua
estranha. Os Metralhas se encolheram ainda mais. Mal percebi o que nos
esperava.  Uma  chuva  de  raios  caiu  aos  pés de Esther. A força da
seqüência  de  golpes  lançou  a  humana  a  dez  metros.  Esther saiu
cambaleante, com um lado do corpo gravemente queimado. Qualquer humano
normal  estaria  morto, mas ela sequer perdera a consciência. Emanando
um  brilho  intenso,  seu  corpo  se recompôs dos ferimentos em poucos
segundos.  E  nisso Esther não percebeu que Begônia reapareceu às suas
costas.

- Tome mais isto, Esther!

Begônia  estendeu  as  mãos  para frente e soltou um jorro de bolas de
fogo.  Esther caiu novamente. Controlando a dor, ela rastejou e lançou
um olhar fuzilante para Begônia.

- Não admito ataque pelas costas!

Esther abriu a boca, emitiu a luz ofuscante e soprou com a força de um
furacão.  Begônia  foi  lançada  aos  ares.  Num  grito  lancinante, o
fantasma se desfez nas nuvens - para nunca mais.

O  silêncio  era  absoluto. Esther ainda estava caída, lutando para se
levantar.  Mas  logo  os  ferimentos  desapareceram  e  tudo voltou ao
normal. Os Metralhas se reaproximaram. Esther anunciou, orgulhosa:

- É o fim de Begônia Beagle.

*****

Enquanto  isso,  um  comboio  de  Metralhamóveis  corria pelas ruas de
Patópolis levando ao aeroporto o ferido Pãoduro Mac Mônei.

-  Não  se  preocupe, chefe! - disse 761-761 - Nossos homens acabam de
seqüestrar  um  avião  comercial.  O comandante está sob nosso poder e
levará o senhor de volta à África do Sul.

O  velho  zilionário  mal  parecia sentir a dor da bala alojada em sua
perna.

-  Eu  sabia  que  podia  contar  com vocês. Não podia dar chances aos
açougueiros dos hospitais de Patinhas.

Quando  chegaram  ao  aeroporto,  a  pista estava cercada por duzentos
Metralhas armados, liderados por 167-761.

- Aonde pensam que vão, seus pústulas infiéis?

- Do que você está falando? O Pãoduro está ferido e tem que ser levado
imediatamente para a África do Sul.

- Só por cima do meu cadáver!

- Você disse ficaríamos à vontade para apoiar Pãoduro contra a Família
Pato. Não tem palavra?

- Você já devia ter aprendido a não confiar nem em sua própria sombra.
Adeus, 761!

A  um  comando  de  167,  os Metralhas ergueram suas armas. 761 e seus
homens estavam totalmente cercados. Não havia para onde fugir.

- Preparar... Apontar...

-  Parem!  Parem  tudo!  - gritou o primo 002, carregando um televisor
portátil - Vamos ter novidades!

- Que foi, seu idiota?

-  O  prefeito  vai  fazer  um  discurso  decisivo  diante do Conselho
Municipal!

*****

Assim  como  os  Metralhas, os conselheiros - quase todos velhos patos
corruptos,  desnorteados  com a morte de Patinhas - esperavam qualquer
coisa  de  Leitão.  Toda  Patópolis se acotovelava diante das telas na
expectativa  das  novidades. Leitão pegou os óculos e abriu uma grande
folha de papel com o texto do discurso:

-  Meus  concidadãos,  este  é  um dia histórico para Patópolis e seus
laboriosos  habitantes.  Até hoje Patópolis cresceu e frutificou sob a
mácula da empáfia e do preconceito.

Notando o olhar incrédulo dos interlocutores, Leitão prosseguiu:

-  Proponho  ao  Conselho  Municipal  que  a  partir  desta data sejam
abolidas todas as medidas discriminatórias contra os cães caucasianos,
garantindo-lhes  anistia  total  e  concedendo plenos direitos civis a
todos os habitantes de Patópolis.

-  Protesto! - levantou-se o presidente do Conselho - A fundação desta
cidade  é  fruto  da  luta dos patos iluminados e superiores contra os
cães  caucasianos  fedorentos. Nada pode deter a marcha dos patos. Não
aprovaremos essa lei absurda!

-  Não há problema. Neste momento, sob os olhos do Conselho, do povo e
das câmeras, converto a mensagem em decreto-lei.

-  Sua  excelência  enlouqueceu?  Não existe decreto-lei na legislação
patopolense.

- Agora passa a existir.

Naquele  momento,  a  mesa  do  Conselho  estava  cercada  por  trinta
soldados.

-  Meus concidadãos, este é o jeito de ser de Patópolis. Cedo ou tarde
alcançamos a democracia... mesmo que seja na base da porrada.

-- 


              [],
                 1.000ton
 ________________         _      
 \__(=======/_=_/ ____.--'-`--.___   Visite Minha Home Page:
            \ \   `,--,-.___.----'   http://users.sti.com.br/yamato
          .--`\\--'../               http://users.sti.com.br/stoledo
         '---._____./]               http://sites.uol.com.br/filpo
                                     http://users.sti.com.br/gtraxx
 Nós saudamos as estrelas            http://www.fconline.net

Congresso de videntes cancelado por problemas imprevistos.


---------------------------------------------------------------------
Você tem email?? Que tal mudar gratuitamente para [EMAIL PROTECTED]?
Visite http://www.email.com.br e faça seu pedido. Esse email é seu!
---------------------------------------------------------------------

Responder a