Uma pergunta.


Boa!

Concordo que certificação não é parâmetro pra medir conhecimento, então > qual 
a melhor forma de se fazer esta avaliação?

Ataliba, uma boa indicação de resposta pode surgir a partir de uma
outra pergunta que - para muitos aqui - é mais fácil de responder:
*como um hacker se torna mantenedor ("gerente")  de um pacote
(software) dentro de um projeto comunitário (organização) de software
livre?*

Na prática, este processo  acontece de diversas formas a depender da
comunidade (projeto), mas o princípio que permeia todo esse processo
em qualquer projeto é o mesmo: *meritocrácia*.

E quando fala-se aqui em meritocracia não estamos falando de Títulos,
Certificados que, como podemos perceber com os exemplos de professores
nas Universidades e Faculdades, muitas vezes não valem nada. Afinal,
quantos aqui não conhecem "doutores" ou "mestres" que não são dignos
nem do título de graduação? ;-)

Numa comunidade de software livre o mérito está ligado a *história
prática* da pessoa que independente de título, cor, credo ou região de
origem. Isto se "mede" com a seguinte indagação: "me mostre o que você
já fez ou sabe fazer sobre...".

E isto já acontece em muitas organizações com a questão do idioma:
nenhuma empresa pergunta se você é formado em inglês. Ela simplismente
pergunta: "Do you speak english??"

Assim, na minha opinião de administrador, as organizações formais
(como empresas, ONGs, governos, Escolas, etc) têm muuuito que aprender
com a dinâmica organizacional presente nas comunidades de software
livre. E umas das coisas a se aprender é esta. ;-)

Abraços;


Vicente Aguiar :-)

Colibre - www.Colibre.com.br
Cooperativa de Tecnologias Livres.
(71) 3331-2299
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.im.ufba.br
https://listas.im.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a