Pois é...

Tenho o costume de acreditar na boa fé das pessoas e por isso primeiro sempre considero a questão da ingenuidade... Mas não dá para desprezar as conseqüências de algumas atitudes e/ou posturas de algumas personagens significativas da comunidade. Até eu que sou bobo percebo que a ação da Microsoft para manter-se hegemônica vai muito além de estratégia de marketing, de influência da mídia "especializada" e da leiga, de abuso do poder econômico; que já são tradicionais e normais por parte do capital. Ela também está agindo com estratégias de guerrilha.


Ora vejam, em cada evento nosso que ela "penetra", são mais algumas rusgas intestinas na comunidade, que geram feridas que demorarão muito para cicatrizar (se é que algum dia cicatrizarão). Cada ativista do swlivre que participa de alguma atividade de algum "laboratório de software aberto" da dita, tenho certeza de que será hostilizado por muito tempo por muita gente. Essa hostilização impedirá, naturalmente, que se realizem projetos conjuntos; enfraquecendo ainda mais nosso combalido movimento... gerando defenestrações, expelições, ostracismo, afastamentos, antipatias, desconfianças, desnorteamentos... Uma pena (para nós), uma vitória (para eles).

Lamentável.

De Lucca

Marcelo D'Elia Branco wrote:

A força que a Microsoft tem junto aos meios de comunicaçao farao
qualquer debate, por mais que seja favorável para nós e que ela seja
desmoralizada em público, se transformar em uma versao pró-microsoft.
(...)
A ingenuidade, a busca de  grana ou de espaço público, obtido por
algumas pessoas da nossa comunidade, em figurar ao lado desta empresa
monopolista em eventos da comunidade tem servido a estratégia da
Microsoft de recuperar sua imagem e fortalecer a sua estratégia de


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a