Em 26/07/2009, às 20:07, Everton Rodrigues escreveu:

Olá Olival,

2009/7/26 Olival Gomes Barboza Júnior <olival.jun...@gmail.com>


" ( . . . ) os poderosos e as oligarquias pretendem que o movimento revolucionário se aliste em suas bases de dados (Facebook, Twitter, e até jogos como eRepublik.com) mas não, nós temos que lutar para que a Internet não se converta em uma 'caça as bruxas' onde os governos globo-fascistas sejam facilitados na sua tarefa de inteligência."

Achei curiosa a passagem acima, pois fui terminar de olhar a página e tinha um imenso passarinho azul com os dizeres "Clique na imagem e siga-nos no Twitter" no canto superior direito. :-)


Curiosa porque?

Acho q a ironia é autoevidente.

O que esperas? Que um pequeno grupo entre numa tática ou estratégia de isolar-se e não comunicar-se com o resto das pessoas nas redes sociais existentes?

Entre os "Hackers Socialistas Revolucionários" do texto, me parece q é isso q é feito. E há outros casos não tão longe desta lista tbm... ;)

Sou usuário do fecebook, twiter, msn, icq, gtalk, e isso não irá em hipótese alguma eliminar a minha capacidade de pensar e concluir que essas redes são importantes mas no fundo criam possibilidades de controle. Não é por isso que deixarei de analizar isso e propor a construção de servidores públicos para armazenamento de dados, e nossas infra-estruturas de conectividade também pública.

Bah! Pelo autor do texto vc é um mero "anarco-capitalista" q "infesta o movimento dos Softwares Livres"... :)

A contradição é algo que vivemos constantemente nesses tempos, e eu prefiro pelo menos ter consciência das minhas contradições e tentar construir algo para não ficar nas mãos dessas grande empresas.

Gostei da frase. Seria legal se mais gente entendesse isso.

Sou usuário do Noosfero que é uma ferramenta gpl e está instalada num servidor da ASL para uso da comunidade software livre, e a mesma ferramenta que está instalada num servidor da colivre para uso do movimento economia solidária, e também do jabber que está num servisor da comunidade jabber. Também sou usuário do projeto iteia.org.br, e recentemente do culturadigital.br. Todos esses estão construir suas redes e os dados estão sendo armazenados em servidores não controlados por corporações...

E todos esses servidores estão ligados em uma infra de comunicação q pertence a . . . ?

Penso que o cominho é esse. Construir nossos servidores. E essa é uma responsabilidade que poucos assumirão, e depois evidentemente terá adesões de mais pessoas...

Será? Posturas do tipo "build and they will come" parecem só funcionar em filmes de jogadores de basebol fantasmas...

[ ]s,

OJr._______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a