Ok! Concordar seria natural, aceitável e bastante agregador, mas...

Eu quero discordar. :-)

On 12/26/06, Rafael Gomes <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
Radicalismo não nós levará a lugar algum... Já pensou um onda de
assassinatos contra os políticos?

Desculpe mas acredito que só o radicalismo pode nos levar a
algum lugar. Mesmo que você acredite no fundamento budista
do caminho do meio, não existe caminho do meio sem tenções
equilibradas para os dois lados e acho que todo mundo já notou
que o lado do lucro, da inconsciência ecológica e do desrespeito
já puxou o mundo muito para o seu lado.

O que me faz lembrar também que "fundamentalismo", outro
conceito tão atacado pela mídia, é essencial para uma ação
de transformação consciente em socieade. Sem fundamentos
não existem idéias de aplicação prática.

Agora se você começa a misturar "radicalismo" e "fundamentalismo"
com gerras religiosas do oriente médio... já era. Os radicais do
"fundamentalismo de mercado" venceram, pois te convenceram
de que ter ideologia é errado, afinal, a ideologia te leva ao
"radicalismo" e "fundamentalismo" que podem desestabilizar o
poder tão bem alicerçado de alguns.


Porque ser radical significaria assasinar políticos?

Voltaire, o grande iluminista, disse:
"Senhor, sou contra tudo o que vossa senhoria disse,
mas defenderei até a morte o seu direito de dize-la."
Ele era fundamentalista. se fundamentava nos ideais de
liberdade para guiar suas idéias. E era como se pode notar
radicalmente a favor das liberdades individuais, desde-que
fosse usada com respeito.

Ou seja, Voltaire é um dos nossos. :-)


Algumas palavras foram, com o tempo, sendo associadas
com cada vez mais força apenas a suas referencias mais
negativas. Mas... porque?

Vejam a palavra "Anarquismo". Trata-se de um modelo
sócio-política que provê a mais real democracia, mas vem
a séculos sendo atacado por capitalistas e socialistas.
Alguém poderia dizer porque?

Se o Anarquismo é possivel agora não vem ao caso, mas
você já notou como funciona o modelo de desenvolvimento
de software livre? Já notou como funciona o CMI? Ou seja,
a humanidade constantemente caminha em direção de
modelos que bebem na essência anarquista, mas se isso
saltar para a consciência da socieade, será um grande
problema para os governos, mesmo que os governos não
deixem de existir.

O equilibrio "Povo" e "Governo" é um problema pra quem
detém poder político, assim como o equilibrio "procura e
oferta" e "acesso" é um problema para quem detém o poder
econômico.


Tenho uma idéia, apenas meu pensamento,

Nos falamos "ELES" mas quem são eles? quem eles pensam que são?
Eles são nós mesmos, somos um povo que cultua o jeitinho brasileiro...

Por favor, não diga que nós e eles são a mesma coisa. Somos uma grande
mistura de grupos e grupos misturados entre si. Não dá pra tratar como uma
coisa só. Acredito que você concorda com isso e esse comentário foi só
um acaso... escrita rápida. :-)

Não acredito que alguém de pura boa fé vai para a política. Ainda não estou
bem pra desenvolver esse assunto, mas sim, realmente acredito que ha
algo bastante errado em cada político. Os porques de estarem alí não são
os mesmos, mas algo podre é o que torna uma pessoa em um político
profissional.

Quanto ao "jeitinho brasileiro", eu não posso denegrir esse lado tão comum
no povo brasileiro. Dizer que o "jeitinho brasileiro" é ruim por
definição é como
dizer que os espinhos do porco-espinho são ruins por definição (o que seria
fácil, afinal o que fazem de bom para quem vê de fora, pra quem não se coloca
no lugar do porco-espinho). Eu não vejo com bons olhos o uso de Darwinismo
para definir o humano do ser humano e a sociedade, mas poderia usar isso
bem agora para mostrar indivíduos de um povo sem acesso a bens e serviços
deve buscar meios de suprir suas necessidades. Como o porco espinho
desenvolveu seus espinhos para defesa, nosso povo desenvolveu o "jeitinho
brasileiro". Só que o animal foi selecionado pela naturaza, nós assimilamos
traços culturais pela cópia consciente ou não. O "jeitinho brasileiro" garante
a sobrevivencia do nosso povo, mas não foi a melhor estratégia, assim como
os espinhos. No frio os porcos-espinho tem que ficar bem juntos pra não
congelarem, mas os espinhos atrapalham muito. Muito mesmo. O "jeitinho
brasileiro" solucionou muitos problemas sem criar conflitos de classes. O
que aparentemente é bom, mas não vai na raiz do problema. Ao menos
*podemos* perder esse traço cultural quando não for mais necessário, sem
precisar da seleção natural.

... e que tem impregnado
na mente a cultura idiota (desculpem o termo) do rouba, mas faz! Isso é
ridículo. Endeusar um cara que rouba descaradamente e faz tantas coisas que
se eu fosse dizer aqui deixaria o texto enorme, ou seja, TODO MUNDO SABE,
mas ninguém, como sempre, não faz nada!

Primeiramente gostaria de discordar vementemente da teoria que diz que
nosso povo gosta do "rouba, mas faz!". Já viu algum estudo sobre isso?
Não vi nada sobre isso, mas pelo que percebo, são rarissimas as pessoas
que aceitam o político que "rouba, mas faz!". as pessoas que votam em
ladrões se dividem de forma perceptivel (ao meu ver) em: aqueles que
não sabem ou não acreditam (exemplo: a galera que ama ACM) ou aqueles
que sem escolha vendem o voto em troca de acesso, normal no interior.
Ou seja, mesmo o segundo grupo, não está votando em "rouba, mas faz!",
mas sim usando a única moeda forte que tem.


A questão de "ninguém faz nada" eu devo iniciar concordando, mas quero
aprofundar na questão.

Primeiro, "ninguém faz nada" é uma avaliação estatística, inexata, aproximada,
da ação pró mudança do nosso povo. Na realidade muita gente faz algo e
alguns até fazem muita coisa, mas o número de pessoas que fazem algo
é realmente pequeno dentro do universo estudado (povo brasileiro). Porém,
não acredito que o problema esteja na quantidade de pessoas fazendo, mas
no apoio, aceitação e envolvimento do resto da sociedade. Vamos pegar o
nosso movimento como exemplo: Promovemos o Software Livre porque não
deve haver restrição de acesso ao conhecimento humano (os outros 2 bilhões
de motivos não precisam ser citados agora). Isso é o que nós técnicos e
amantes da informática fazemos pelo livre acesso ao conhecimento humano.
(Quem não promove por isso não promove SL, está promovendo uma distro
ou um software específico. Notavelmente não é parte do movimento.) Temos
um grupo extremamente similar ao nosso, que promove essa mesma
liberdade atravéz de outras produções intelectuais, como arte principalmente.
O pessoal do CC e Arte Livre (mais velho que o CC) mesmo com os mesmos
fundamentos não usam tanto SL quanto poderiamos esperar. :-/   Se um
grupo irmão não usa tanto o SL, o que podemos esperar de nossa sociedade?
Se nossa socieade não nos ouve, não nos apoia, não se aproveita do que
fazemos que mudança promovemos? Mas a culpa é deles? hummm...
Vejamos o que eles fazem... Alguns são médicos, operários, professores,...
e também são membros do GreenPeace, combatem a exploração no
trabalho, são vegetarianos, e por aí vai... Nós apoiamos eles? Nós ouvimos
eles? Nós damos algum espaço para eles em nossas vidas?

Então, o que quero dizer é que mesmo que sejam poucos os ativos pela
mudança da nossa sociedade, o que importa é o respeito e aproveitamento
que a sociedade tem do trabalho destes.

Na decada de 80 já era de conhecimento público que os CFCs diminuiam
a camada de ozonio, mas nós compravamos o "Sem CFC" ou "O mais
Barato"? Precisou virar lei para que não comercializassemos mais.

Agora a preocupação do momento é a água do planeta e o efeito estufa.
Os vegetarianos podem ficar de consciência tranquila, pois a produção
de carne é uma das principais culpadas por esse e outros problemas
atuáis (estranho? mas é). Quanto é dificil para uma pessoa sair da
cultura Windows e entrar no GNU/Linux? É a dificuldade que nós temos
de nos tornar vegetarianos. Achamos que as pessoas deveriam nos
entender e migrar para GNU/Linux, mas vá falar de vegetarianismo...
Os mesmos nerds usuários de GNU/Linux vão agredir com piadas de
mau gosto e sub-valorizar os valores do vegetariano.
Aproveitando, Veja o filme "a carne é fraca" na minha pagina:
http://aurium.cjb.net


Então, voltando, concordo com o "ninguém faz nada" se isso for visto
como não somos tão unidos quanto deveriamos e não damos ouvidos
a ativistas, porque aprendemos a ter um preconceito negativo contra
ativistas.


Acho que somos um povo calado, que vai levando a vida sem se importar com
as coisas até que elas batam a sua porta...

É... isso faz parte do pacifismo do povo brasileiro.

Acho que se acham que as coisas estão erradas e comece a mudar. E como um
grande Pensador falou...

"Muda! que quando a gente muda o mundo muda com gente, a gente muda o mundo
na mudança da mente e quando a gente manda ninguem manda na gente, na
mudança de atitude não a mal que não se mude e nem doença sem cura, na
mudança de postura a gente fica mais seguro, na mudança do presente a gente
molda o futuro... Até quando vc vai levando porrada? até quando vai ficar
sem fazer nada?"

Ah sim... esse é o cara que vende sandalha Rider...
Até que ele tem algumas letras boas. Aquela do "playboy" era boa.

Ou seja, SAD BUT TRUE!

Desculpa se fugi um pouco do contexto da thread, mas precisava expressar
essa idéia...

Já era agora. :-)



2006/12/23, Amadeu Júnior < [EMAIL PROTECTED]>:
> demais é ver um governo destes .. vendidoS ! e ainda vai deixar a
> bomba pro próximo governo..
>
> será porque aquela mulher que esfaqueou o NETO não matou-o logo de uma
> vez por todas.. era menos um nessa corja de ordinários.. e de repente
> o AVO morria por tristeza de vez também >: (
>
> On 12/14/06, milena lima <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
> >
> > Que isso, homem bomba eh d+++
> > --
> > Milena Lima
>
> --
> Amadeu Jr. :: twiki.dcc.ufba.br/~AmadeuJunior
> Bacharelando em Ciência da Computação - UFBA - www.dcc.ufba.br
> Cooperado na COLIBRE - www.colibre.com.br
> Membro do PSL-BA - ba.softwarelivre.org
>
> "A desobediência é uma virtude necessária à criatividade"
>                      Raul Seixas
> _______________________________________________
> PSL-BA mailing list
> PSL-BA@listas.im.ufba.br
> https://listas.im.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba
>



--
Rafael Brito Gomes
Sistema de Informação
Universidade de Salvador (UNIFACS)

Linux User - 430086

O Tabareu - A Arte em sua forma mais Pura!
 http://tabareu.wordpress.com/

Blog do Sinot
http://sinot.wordpress.com/
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.im.ufba.br
https://listas.im.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba




--
-===================================================-
   .           .   Aurélio A. Heckert [ GNU/Linux ]
  /             \  http://www.aurium.cjb.net
 ((__-^^-,-^^-__))
  `-_---" "---_-´  Web Colaborativa:
   `--|o` ´o|--´   http://www.TWiki.org
      \  '  /      Projeto Software Livre - Bahia:
       ): :(       http://psl-ba.softwarelivre.org
       (o_o)       Coop. de Tecnologias Livres:
        "-"        http://www.colibre.com.br
 -------------------------------------------------
   GNU/Linux User #312507  http://counter.li.org
 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
   (  ( ( http://www.midiaindependente.org ) )  )
-===================================================-

 "Se conhecimento é poder, que país governado
  por industriais dará a verdadeira educação?
  Cuidado com o feedback da miséria!" Tet Ramon
 "Eu temo pela minha espécie quando penso que
  Deus é justo."  Thomas Jefferson
_______________________________________________
PSL-BA mailing list
PSL-BA@listas.im.ufba.br
https://listas.im.ufba.br/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-ba

Responder a