1. Tanto é implicância que a matéria que mandei e o título que provê esta discussão nem é sobre licença (ver título da discussão).


  2. Antes de ser militante do software livre sou militante também de
    outras liberdades, e o conceito de liberdade leva necessariamente à
    pluraridade, inclusive de conceitos e interpretações (ver Lutero).

  3. Os conceitos lançados por Stallman tem sua importância no tempo e
    espaço, mas acho ortodoxo demais só poder ser software livre a GPL (ver
    FreeBSD e outras licenças).

  4. Temos membros de outros governos que não deram nenhum passo para
    liberação dos códigos produzidos por suas administrações (nem legal,
    nem na prática). Estes é que estão certos? (ver quantidades de unidades
    federativas do país)


Em 20/09/2006 às 04:25, "Alexandre Oliva" <[EMAIL PROTECTED]> escreve:
On Sep 18, 2006, Julian Carlo Fagotti wrote:

> Às vezes dá a impressão que, por algum motivo, fazem oposição
> sistemática à qualquer coisa que façamos com software
> livre. Gostaria de saber porque tanta implicância com o Paraná?

Não há a implicância alegada, nem oposição ao que fazem com Software
Livre.

A oposição é a *qualquer* um que deturpe o sentido de Software Livre.

No caso, o Paraná parece crer que a licença LPG-AP atende à definição
de Software Livre, mas ela não atende, desrespeitando as liberdades.

Não podemos ficar calados enquanto alguém corrompe o significado desse
termo, seja por ignorância, seja por malícia. Na maioria dos casos, é
por ignorância, e aí normalmente basta apontar a distorção para que
uma correção seja feita. Outras vezes é por malícia, que fica
demonstrada pela insistência no erro. Se bem que às vezes só não se
chegou à pessoa que pode tomar a providência de corrigir o erro, vamos
dar o benefício da dúvida à Celepar, ainda que eu tenha tentado, sem
sucesso, falar com Mazoni a respeito.

Se quiserem dizer que estã fazendo software quase-livre, ou software
com código fonte disponível, tudo bem. Mas não vamos compactuar com
dizer que o software de vocês é livre quando evidentemente não é.

Não importa a razão pela qual não seja livre: se a lei alegadamente
exige que vocês não publiquem Software Livre, isso não lhes dá direito
de dizer que o software não livre que vocês publicam é livre só porque
sua licença busca se aproximar da definição de Software Livre tanto
quanto possível.

--
Alexandre Oliva http://www.lsd.ic.unicamp.br/~oliva/
Secretary for FSF Latin America http://www.fsfla.org/
Red Hat Compiler Engineer [EMAIL PROTECTED], gcc.gnu.org}
Free Software Evangelist [EMAIL PROTECTED], gnu.org}
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a