Não sei quem iria assinar um contrato desses.
Sem falar que eles se contradizem:
http://br.tecnologia.yahoo.com/070724/54/1mljp.html

neste link eles "falam bem" do SL.

Jefferson Santos

On 8/1/07, Zandre Bran <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
>
> On 8/1/07, Telecentros inclusão digital
> <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
> > Pessoal,
> > peguei este link no Yahoo tecnologia com uma lista de críticas ao SL.
> Acho
> > que especialistas devem responder a esta matéria.
> >[...]
> > http://br.tecnologia.yahoo.com/070801/54/1mvim.html
>
>     Ola Grupo.
>
>     Realmente não entendi o flame 4. Segue:
>
> 4 – Restrições contratuais: embora uma das virtudes do software livre
> seja a possibilidade de qualquer um modificá-lo, quando se compra um
> pacote open source ou contrata uma empresa para dar suporte a
> determinado programa, umas das condições do contrato é que você não
> altere nada no código, para não inviabilizar o suporte. Ou seja: no
> final, é praticamente um retorno ao modelo fechado.
>
>     Se alguém com mais conhecimento puder me ajudar a entender de onde
> veio está idéia seria de grande ajuda.
>
>     Abçs,
> Zandre.
>
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a