Ué, que seja uma grande festa cara, eu já passei da fase de achar isso
ruim, acho muito legal o fato de muitos brasileiros serem sorridentes,
colocarem apelidos nos gringos, chamar para um churrasco em casa...

Não acho que tenhamos que tirar isso, muito menos barangar nossas meninas
para "d"estereotipar o país, só temos que lembrar que essas meninas são
seres dotados de capacidade mental, têm sentimentos e são seres humanos.

E não acho que a mídia malvada tenha tanta influência no que as pessoas
acham bonito ou não, ninguém vai me convencer que a Geyse merecia a capa de
uma revista masculina, e que a Juliana Paes é a mulher mais sexy do mundo
¬¬*

Agora, acho que muitas feministas erram um mundo quando começam a protestar
de forma errada (sim vou para o inferno agora e acabei de abrir a porta),
sexo é banal, corpo é banal, a partir do momento que você fala que não
devem mostrar como algo banal, você dá uma dimensão quase que
divina/religiosa e ai sim promove exatamente o que não querem... pois no
calor infernal do Rio de Janeiro (ex) eu queria ter a liberdade de sair só
de óculos e achar normal, e se eu fizesse isso no dia a dia, colocar umas
plumas no carnaval, seria colocar mais roupa que o meu normal, logo não
teria nada de mais.

(agora vou por o pé no fogo) Se Adão e Eva andavam nus, pois eram puros,
logo não sentiam vergonha, andar nu é ser puro, andar de roupa é ter
vergonha e ser pecador!

E Brasil sendo o país do futuro, vamos vender: pouca roupa, felicidade, e
trabalhar menos. Todo mundo busca isso, não tem pq ter vergonha.


2013/1/11 Oona Castro <ocas...@wikimedia.org>

> Isso pode ser uma questão de gosto pessoal, claro.
> Mas suponho que o seu padrão de beleza seja igualmente europeu ;-)
>
>
> 2013/1/11 Everton Zanella Alvarenga <ezalvare...@wikimedia.org>
>
>> Também acho uma bobagem essa imagem que aqui "só tem gostosa". Quem é
>> de São Paulo que o diga.
>>
>> Para mim, na média, francesas e polonesas são mais bonitas que
>> brasileiras, por exemplo (além de outras qualidades que não vem ao
>> caso). Até mesmo nos EUA, que tinha ouvido falar que só há meninas
>> gordas, vi muita gatinha recentemente.
>>
>> E no leste europeu não há só menina que faz pornô, como já ouvi de
>> alguns incautos que acreditam, de fato, em estereótipos.
>>
>> E a lista de falsos estereótipos não acaba.
>>
>> Toda generalização é estúpida, inclusive essa aqui.
>>
>> Tom
>>
>> 2013/1/11 Raylton P. Sousa <raylton.so...@gmail.com>:
>> > Não é minha opinião filho... É só o que eu vejo! Se me perguntassem o
>> que eu
>> > penso quando ouço Brasil, sem dúvida não seria "só" isso.
>> > Estou apenas usando o que isso para criticar o fato de nós reduzirmos a
>> > imagem do Brasil no exterior a um país onde tudo é uma grande festa!
>> > Por exemplo: Quando penso na França eu lembro de comida boa, de garções
>> mal
>> > educados e do Museu do Louvre.
>> > Quando penso nos Estados Unidos, lembro de capitalismo, Rock 'n' Roll e
>> da
>> > Estatua da Liberdade.
>> > Quando penso na Alemanha, eu lembro de Hitler, de Einstein e de Karl
>> Marx.
>> > Outros podem ter imagens ligeiramente diferente desses países, mas
>> > provavelmente nessa mesma linha...
>> >
>> > Então o que acho é bem simples. É obvio que se no inconsciente coletivo
>> a
>> > imagem do país é de festa eterna, sexo e gostosas, vai aumentar a
>> demanda
>> > por isso. E nós sabemos que a prostituição não é nem de longe uma
>> profissão
>> > bem vista pelos pseudo-moralistas(que são a maioria).
>> > Sendo assim temos uma situação de alta demanda e a pouca oferta. E
>> nessas
>> > condições até a minha avó sabe que o capital não respeita as regras...
>> E é
>> > aí que entra a prostituição infantil e/ou compulsória.
>> >
>> > Por isso finalizo dizendo que adoro o carnaval(principalmente o da minha
>> > cidade \o/). Mas não é só isso o que temos, e não podemos/devemos negar
>> que
>> > reduzindo nossa imagem a isso, criamos um esteriótipo muito negativo.
>> >
>> > E quando as mulheres: Sejam soberanas dos seus próprios corpos! A luta
>> está
>> > longe do fim!
>>
>>
>>
>> --
>> Everton Zanella Alvarenga (also Tom)
>> "A life spent making mistakes is not only more honorable, but more
>> useful than a life spent doing nothing."
>>
>> _______________________________________________
>> WikimediaBR-l mailing list
>> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
>> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>>
>
>
> _______________________________________________
> WikimediaBR-l mailing list
> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>
>


-- 
Rodrigo Tetsuo Argenton
rodrigo.argen...@gmail.com
+55 11 97 97 18 884
_______________________________________________
WikimediaBR-l mailing list
WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l

Responder a