2009/11/11 Miguel Bouzada <mbouz...@gmail.com>:

> mantedor, mantenedor
>
>
> O segundo destes vocábulos é indubitavelmente castelhanismo,
> ao qual corresponde a forma portuguesa mantedor, usada pelo
> cronista Kui de Pina: — «para que a dita Infante [D. Briatiz] em
> sua vida e por seu falecimento a Senhora D. Felipa sua irmã, ou
>
> D. Diogo duque de Viseu, e o Senhor Dom Manuel, seus filhos,
> com seus alcaides e capitães fossem os sós e principaes mante-
> dores e seguradores das ditas terçarias [territórios neutros, entre
> Portugal e Espanha]» — -.
>
http://www.priberam.pt/DLPO/default.aspx?pal=mantedor

E que?
«Decalaxe» é um galicismo, «plugin» um anglicismo, «beirarrúa» un
neoloxismo inventado e «medrar» un castelhanismo... e nem por isso as
descartamos, mais bem som aceitadas como formas legítimas da língua...
que umha cousa é que a sua orige esteja em castela e outra que nom
sejam palabras legítimas em galego (áinda que a mim o de plugin ...
como que me strap-on)

Responderlle a