Não entendo como trabalhar com cotas dentro da mecânica da wikipédia. (só
um adendo, não estou acrescentando no debate aqui)

A questão é cultural, mas a a academia tá aí cheia de pesquisadoras na
graduação, se o uso de wikis nas universidades fosse melhor usado, talvez o
gap brasileiro não fosse tanto.

Não li o artigo compartilhado ainda, mas sendo uma média mundial os 9%, não
consigo pensar em uma ação que contemplasse todos os países. Cada um tem
seus próprios problemas, e se tratando do ocidente, a questão do gênero é
uma constante por conta de uma rede estruturalmente sexista que está colada
na sociedade de tal forma que precisamos de ações de incentivo enormes para
obter resultados que tentem equiparar os gêneros em várias escalas - e
esses resultados não chegam nem a ser um arremedo do que era esperado, em
quase todas as tentativas.

Uma hora depois do trabalho eu vou tentar reunir um material mostrando
números, para todos pensarmos juntos em como reparar os séculos de machismo
e negação de acesso ao conhecimento para mulheres.

Tendo menos de cinquenta anos de mulheres alfabetizadas e universitárias
fica meio difícil bater esse gap do dia para a noite.


---

Nessa Guedes - @nessoila

Enviado do meu Tamagoshi.
<http://garotacocacola.com.br/>

**



Em 9 de agosto de 2012 11:09, Ewout ter Haar <ew...@usp.br> escreveu:

> hahaha, e ainda se perguntam porque só tem 9% de mulheres na comunidade.
>
> Ewout
>
> (ou será que não peguei o caráter auto-referencial e irônico da
> mensagem.... "wheels within wheels" e tal...? )
>
> 2012/8/8 Rodrigo Tetsuo Argenton <rodrigo.argen...@gmail.com>
>
>> Saiu que temos apenas 9% de voluntárias [1], eu acho que estão errados e
>> seria mais para 0,9%, e só está mais bonitin que o normal, mas é dados
>> velho. Bom, esse não é o ponto, já pararam para pensar que se igualarmos o
>> número de voluntários meninos e meninas, a gente praticamente dobraria o
>> número de voluntários, tá, ia ter muito mais barraco e mais blablabla... :P
>> (brincadeira meninas, mas com certeza o artigo do Brad ia ser melhor!)
>>
>> Acho que não precisamos de mais voluntáriOs, e sim de voluntáriAs! Mas
>> sem cotas, como alguns tentam fazer, e sim entender como podemos atrair
>> mais e nos meter naqueles tópicos de mulheres e tecnologia. O que acham?
>> Bora igualar esse número?
>>
>> [1] http://mashable.com/2012/08/08/wikipedia-gender-graphic/
>> --
>> Rodrigo Tetsuo Argenton
>> rodrigo.argen...@gmail.com
>> +55 11 7971-8884
>>
>> _______________________________________________
>> WikimediaBR-l mailing list
>> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
>> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>>
>>
>
>
> --
> http://stoa.usp.br/ewout
> F. 916696
>
> _______________________________________________
> WikimediaBR-l mailing list
> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>
>
_______________________________________________
WikimediaBR-l mailing list
WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l

Responder a